Presidente do América diz que acordo com emissora por direitos na Série A está próximo

img_9105
Paulo Lasmar ainda aproveitou para criticar a forma de distribuição de renda no Mineiro
A diretoria do América ainda não acertou com a Rede Globo, emissora detentora dos direitos de transmissão, os valores que irá receber para a disputa do Campeonato Brasileiro da Primeira Divisão. Mas segundo Paulo Lasmar, um dos presidentes do Coelho, o acerto está próximo, mas o clube mineiro tenta um aumento na receita.

Lasmar revelou que as discussões estão evoluindo e devem chegar a um bom termo. “Ainda não foi assinado o contrato do América, com o valor da cota para a Série A. América e Rede Globo estão negociando em alto nível, e certamente chegarão a um final feliz. A última oferta da Globo foi de R$23 milhões. O América entende que é insuficiente. Foi feita uma contraproposta. Creio que o acerto está próximo”, frisou.

O dirigente que a emissora também não aceitou a pedida do América, mas que as duas partes devem ceder para chegar a um acordo. “O América pediu mais. Não posso revelar o valor. A Globo não aceitou. Creio que na próxima rodada as partes chegarão a um acordo”, disse.
Ele ainda elogiou a participação do ex-presidente do clube, Marcus Salum, nas negociações com a emissora. “Aproveito para, em nome de todos da atual diretoria, agradecer o apoio que nosso ex-presidente Marcus Salum tem dado ao América nesta conversa. Importantíssimo é necessário apoio, junto com o presidente Marco Antônio Batista”, disse.

MINEIRO

Paulo Lasmar revelou que, em todo o ano de 2015, o América arrecadou cerca de R$20 milhões, e aproveitou para criticar a distribuição da renda para o Estadual. “No Campeonato Mineiro, cerca de R$12 milhões são divididos entre Atlético e Cruzeiro. O América fica com cerca de R$1,5 milhão e cerca de R$3 milhões são rateados pelos outros nove clubes. Na minha opinião, a cota do Mineiro deveria ser dividida assim: R$1 milhão para cada clube do Módulo I, R$3 milhões para os clubes do Módulo II e R$1,5 milhão para os da Segunda Divisão (que equivale à Terceira). Atlético e Cruzeiro, que recebem valores mais altos, iriam recuperar estes valores através de melhores rendas ou melhores patrocínios”, opinou.

Anúncios
Esse post foi publicado em Noticias, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s