TONY FALA DAS LIÇÕES EM DIVINÓPOLIS E ESPERA RECUPERAÇÃO IMEDIAT

A derrota por 3 a 0 sofrida para o Guarani na última quinta-feira (4/2), em Divinópolis, pela segunda rodada do Campeonato Mineiro ainda repercute entre os jogadores americanos. Como a equipe só volta a jogar no dia 14/2 (domingo), contra o Villa Nova, na Arena Independência, o elenco está de folga neste fim de semana. Um descanso que já estava programado desde a divulgação da tabela da competição, dentro da programação de preparação da equipe para toda a temporada. Isto porque, depois, o time fará três jogos em seguidos em dez dias.

O meia Tony, um dos destaques da equipe na temporada passada e nos dois primeiros jogos do ano, disse que espera que a situação se reverta já na próxima partida, contra o Villa Nova. O jogador afirma que elenco não pode se abater pelo péssimo resultado contra o Guarani. Ele afirma que a derrota aumentou sua força de vontade de buscar novas vitórias.

“Não podemos deixar essa derrota abalar toda nossa trajetória. Temos uma semana para nos preparar para o jogo contra o Villa Nova, e espero que a gente se prepare da melhor maneira para apagarmos isso que aconteceu. Essa derrota não vai mudar em nada o que eu tenho dentro de mim em questão de vontade”.
LIÇÕES

Analisando a última partida, Tony afirma que algumas lições podem ser tiradas, como por exemplo, criar a consciência de que outras dificuldades serão encontradas em jogos do Estadual. Por isso, Tony destaca que o time deve ter a inteligência de adaptar o seu jogo fora de casa.

“A partir de agora teremos que ser mais inteligentes, no sentido de que vamos encontrar mais jogos assim, com campos difíceis. A lição que a gente pode tirar disso é de que vamos encontrar campos ruins e teremos que nos fechar lá atrás, não correr riscos e não querer jogar como a gente joga no Independência. Não podemos jogar na casa do adversário, em um campo que não conhecemos, da mesma maneira que jogamos aqui no Independência”, enfatiza.

EM CASA

“Não houve deslealdade. Eles fizeram o jogo deles. É assim que eles jogam, com mais contato, mais força. Então, nos próximos jogos fora de casa, vamos jogar diferente do que forma que jogamos no Independência”.
O mando de campo da partida entre América e Villa Nova é do adversário, mas a partida será disputada na Arena Independência, casa do Coelho, devido a um acordo do clube de Nova Lima com todos as equipes do Módulo I, feito no Conselho Arbitral. Tony afirma que o fato de o jogo ser disputado no estádio americano será benéfico para o time do América. Por outro lado, ele tem a certeza de que o confronto não será fácil, pois sabe que o time do Villa Nova tem grandes jogadores, citando como exemplo do armador Mancini, ex-América.

“O jogo será no Independência, o que é uma coisa que já nos dá tranquilidade, pois acho que é um campo que dá uma condição de jogo mais parelha, mais de igual para igual. Agora, nós temos que saber que não é porque vamos jogar no Independência que vamos massacrar todos os times. Com certeza será um jogo difícil, porque tem jogadores lá que a gente já conhece, que sabemos da qualidade. Vamos ter que ser inteligentes para fazer o nosso melhor”, conclui.

Os jogadores voltam aos treinos na segunda-feira à tarde, às 16h, no CT Lanna Drumond.

image

Anúncios
Esse post foi publicado em Noticias, Sem categoria. Bookmark o link permanente.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s